sexta-feira, 19 de junho de 2009

Histórico das Maratonas Aquáticas no Ceará

Década de 50: Assim como o início da natação no mundo e no Brasil, a natação no Ceará começou pelas águas abertas. Aqui no Ceará, as primeiras Travessias foram realizadas no mar e em lagoas:
- Travessia Ida e Volta da Ponte Metálica ao Mucuripe 10km;
- Travessia da Lagoa de Messejana;
- Travessia da Baía 10km (da Ponte Metálica ao Iate Clube, voltando até à praia do Ideal).
- Mais sem dúvida a prova mais famosa e comentada até hoje pelos nadadores é a chamada “Prova Heróica”, com um percurso de quase seis mil metros, entre a praia do Mucuripe e a de Iracema.
- Também se praticava natação por lazer na lagoa da Parangaba.

- Nadadores pioneiros no Ceará: José Maria André (“Zé Maria” um estivador moreno alto e forte, que ganhava provas de corridas e natação), os irmãos Nelson Lancaster Tavares e Alex Tavares, Vandeberg Colares, os irmãos João Gentil Jr. e Luiz Gentil, José Vítor Tavares (mais conhecido como “bolinha”, e também era um estivador) e o Getúlio Cordeiro “Gegê” (nadador com uma perna paraplégica, que depois foi técnico do Círculo Militar e também atuou como professor de hidroginástica no Círculo), Balalaika, Maninho Brígido entre outros.

1966: - O nadador cearense Cláudio Bastos sagra -se campeão da I Travessia da Baía do Guajará no dia 1 de maio do referido ano, em Belém-PA.

1968: - A nadadora Eliane Bastos sagra-se campeã da III Travessia da Baía do Guajará, no dia 1 de maio do referido ano, em Belém-PA.

- Outros nadadores pioneiros na década de 50 e 60: os irmãos Ohata: Nikita e Nório (depois atuou como técnico de natação no Náutico), os irmãos: Aroldo Amora Sena, e Antônio Amora Sena; Flávio; Elmar; Denízio; J. André; Luis; Aldemir; Mourão Tavares; João; Bate Aza; Pádua; Marcus Servius Moita (conhecido como Marcus “bolinha”) entre outros. No feminino Marilia Pombo; Aline Amora Sena (irmã de Aroldo e Antônio Amora); Carmem Silvia; Vera Machado e Hedla Lopes entre outras.

Década de 60:
- Amigos criam um grupo informal chamado "Turma da Ordem do Cavalete", e praticam natação em águas abertas nas praias de Fortaleza. Hoje em dia a "Ordem" foi substituída pelo grupo MMM - Meninos e Meninas do Mar que se reuniem diariamente na barraca do Português que fica mais ou menos confrontando com a piscina do Náutico Atlético Cearence, localizado na bairro do Meireles na Av. Beira Mar. De 5h30min e até as 8h tem sempre nadadores entrando e saíndo do Mar, tanto em grupos como em duplas. O grupo não realiza competições, apenas percursos festivos, são uns verdadeiros homens aquáticos.
- Travessia da Lagoa do Papicu (que na época se extendia desde o leito atual até depois da Av. Santos Dumont), foi através de uma vitória nessa Travessia que Aroldo Amora Sena (nadador simples e humilde que treinava apenas na praia do Mucuripe onde ali residia), conseguiu ingressar no Náutico Atlético Cearence, pois naquela época, só podiam participar da equipe de natação do Náutico quem fosse sócio do clube. Após seu ingresso, o Náutico passou a aceitar outros nadadores mesmo não sendo sócio do clube para compor sua equipe.

Década de 70 e 80: - Quase não são realizadas provas de Travessias em nossa cidade.

2000: - Após um período de quase uma década sem a realização de provas em águas abertas no Ceará, nasce o I Desafio de Natação do Colégio Militar de Fortaleza, prova idealizada pelo 1º Ten Clayton, realizada em duas distâncias: 600m e 1.500m na praia do Náutico.

2002: - A ACEMN (Associação Cearense Máster de Natação) promove a I Travessia Marítima (aproximadamente 4,5 km) com percurso da praia Mansa ao Marina Park Hotel. Atualmente essa travessia têm sua largada da praia de Iracema e em 2008 passa-se a ser chamada travessia Armando Élio Francheschini, em homenagem a esse nadador vice-campeão mundial na sua categoria em provas de Águas Abertas que faleceu na piscina do CEFET-CE, tendo um ataque cardíaco fulminante durante uma prova numa etapa do circuito de natação da ACEMN.

2004: - A FCDA (Federação Cearense de Desportos Aquáticos) tendo na Presidência o Sr. Geraldo Iunes, acrescenta na sua Diretoria a função de Diretor de Maratonas Aquáticas, e convida o 1º Ten Clayton “Educador Físico” para exercer tal função.
- A CBDA e Federações do N-NE idealizam a I Travessia Dr. Luiz Frazão – 5 km, que será disputada dentro do tradicional Troféu Norte Nordeste de Natação Dr. Milton Medeiros (que em 2007 teve sua XX edição). Tal travessia inédita, foi organizada pela FCDA e realizada em Fortaleza, na praia do Náutico.

2005: - Acontece o primeiro Curso de Arbitragem de Maratonas Aquáticas no Ceará, promovido pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) e FCDA, ministrado pelo baiano Professor de EF e técnico de natação Sérgio Silva “Sergão”.
- A FCDA promove pela primeira vez uma etapa do Campeonato Brasileiro de Maratonas Aquáticas na distância de 5km, evento realizado em Fortaleza na praia do Náutico. Vencedores no masculino: 1º lugar Guilherme Bier, 2º Carlos Pavão e em 3º Allan do Carmo. Melhores cearenses: 7º lugar Felipe Freitas, 9º Wesley Matos e 11º Vladimir Ribeiro.Vencedores no feminino: 1º lugar Maria da Penha “Pepenha”, 2º Pámela Engel e em 3º Natalia Iakovleva. As Melhores cearenses: 9º lugar Wedla Matos, 10º Tatiana Viana e 11º Márcia Braga.

2006: - Pelo segundo ano consecutivo a FCDA promove uma etapa do Campeonato Brasileiro de Maratonas Aquáticas na distância de 5 km, prova realizada em Fortaleza na praia do Náutico. Vencedores no masculino:
1º lugar Luiz Lima, 2º Allan do Carmo e em 3º Victor Simões. Melhores cearenses: 5º lugar Wesley Matos, 6º Vladimir Ribeiro e em 7º Lucas Novaro.Vencedores no feminino: 1º lugar Poliana Okimoto, 2º Maria da Penha “Pepenha” e em 3º Pámela Engel. As melhores cearenses: 7º lugar Wedla Matos, 9º Hedla Lopes e em 10º Mayara Iunes.

2008: - Surge o I Circuito de Maratonas Aquáticas do Ceará, elaborado pelo Prof. Clayton Coordenador de Maratonas Aquáticas da FCDA que têm agora na sua presidência a Professora Ione Borges. O circuito teve 03 provas (II Travessia Iracema 3km; IV Pera Náutica João Gentil 1.5km; I Travessia Netuno 3km) ao longo do ano com contagem de pontos e formação de um ranking geral masculino e feminino, um ranking por categoria de ambos os sexos e um ranking de clubes participantes.

Resultado Geral das 03 etapas do I Circuito de Maratonas Aquáticas do Ceará:
1ª etapa: II Travessia Iracema 3km - Praia do Náutico "circuito triangular"

Masculino
Campeão Geral VLADIMIR RIBEIRO (Ideal Clube)
Vice Campeão Geral NILO FIALHO CAPIBARIBE (Círculo Militar)
Terceiro Colocado Geral THIAGO MOHANA (Academia Hedla Lopes)
Feminino
Campeã Geral MARIA RAQUEL LACERDA (Academia Hedla Lopes)
Vice Campeã Geral PATRICIA CARVALHO M. AGUIAR (Academia Hedla Lopes)
Terceira Colocada Geral MARIANA LIMA MONTENEGRO (Academia Hedla Lopes)

2ª etapa: IV Pera Náutica João Gentil 1.5km - Praia do Náutico "circuito triangular"
Masculino
Campeão Geral FRANCISCO NATANAEL (Náutico)
Vice Campeão Geral LUCAS NOVARRO (Náutico)
Terceiro Colocado Geral GABRIEL PINHEIRO (Náutico)
Feminino
Campeã Geral MARIA RAQUEL LACERDA (Academia Hedla Lopes)
Vice Campeã Geral MARINA DOS SANTOS (Náutico)
Terceira Colocada Geral PATRICIA CARVALHO M. AGUIAR (Academia Hedla Lopes)

3ª etapa: I Travessia Netuno 3km - Praia do Náutico "circuito triangular"
Masculino
Campeão Geral VLADIMIR RIBEIRO (Ideal Clube)
Vice Campeão Geral NILO FIALHO CAPIBARIBE (Círculo Militar)
Terceiro Lugar Geral THIAGO LEITE (S. C. Corinthians Paulista)
Feminino
Campeã Geral MARIA RAQUEL LACERDA (Academia Hedla Lopes)
Vice Campeã Geral PATRICIA CARVALHO M. AGUIAR (Academia Hedla Lopes)
Terceira Colocada Geral JOYCE BRANDÃO (FIC)

Campeões Gerais do I Circuito após 03 etapas:
Masculino

Campeão Geral NILO FIALHO CAPIBARIBE NETO (Círculo Militar) "57 pontos";
Vice-Campeão Geral VLADIMIR RIBEIRO (Ideal Clube) "50 pontos" , foi vice-campeão pois não competiu uma das 03 etapas do circuito, dessa forma não conseguiu a bonificação extra para os atletas que participaram de todas as travessias, consequentemente perdeu o título de campeão geral;
Terceiro Lugar Geral THIAGO MOHANA (Academia Hedla Lopes) "36 pontos", conseguiu a terceira colocação geral pelos critérios de desempates, pois ficou empatado com mais dois nadadores;
Feminino
Campeã Geral MARIA RAQUEL LACERDA (Academia Hedla Lopes) "75 pontos", ganhou todas as etapas do circuito;
Vica Campeã Geral PATRICIA CARVALHO M. AGUIAR (Academia Hedla Lopes) "61 pontos";
Terceira Colocada Geral MARIANA LIMA MONTENEGRO (Academia Hedla Lopes) "41 pontos".

Clubes Campeões do I Circuito de Maratonas Aquáticas do Ceará:
1º Lugar Academia Hedla Lopes 666 pontos
2º Lugar Ideal Clube de Fortaleza 435 pontos
3º Lugar Náutico Atlético Cearense 433 pontos
4º Lugar Círculo Militar de Fortaleza 292 pontos
5º Lugar Atitude Atletas 152 pontos
6º Lugar CRESSE 126 pontos
7º Lugar Assessoria Esportiva Zona Alvo 113 pontos
8º Lugar FIC 67 pontos
9º Lugar CEFET-CE 57 pontos
10º Lugar ASPOFECE 51 pontos
11º Lugar Sport Clube Corinthians Paulista 46 pontos
12º Lugar Faculdade Católica do Ceará - MARISTA 44 pontos
13º Lugar PqRMnt/10 – Exército Brasileiro 26 pontos
14º Lugar Walmir Cabeleleiro 25 pontos
15º Lugar UNIFOR 21 pontos
16º Lugar Clube dos Diários 21 pontos
17º Lugar BNB-CE Clube 17 pontos
18º Lugar FETRIECE 17 pontos
19º Lugar SESI-CE 17 pontos

3 comentários:

  1. Olá Cleiton, estive aí no Ceará por ocasião da primeira etapa de Brasileiro em águas Cerarenses...apesar das dificuldades (regata no meio da raia de competição, falta de alguns barcos de apoio que foi resolvido com o apoio dos bombeiros, foi uma grande competição e acabou dando tudo certo. Boa sorte para você na sua novo função de blogueiro. Pode contar com meu apoio.

    ResponderExcluir
  2. Miguel Newton Arraes8 de agosto de 2009 06:44

    Clayton,
    Gostaria de acrescentar a seu historico uma parte da histíria das maratonas aquáticas do Ceará vivenciado parte por mim e parte relatos ouvidos da Professora Rita Gaspar e do próprio atleta que citarei a seguir.
    Nos anos 60 a Equipe de Natação do Ceará era basicamente composta por todos os atletas do Náutico Atlético Cearense que como Clube de Elite da Sociedade Cearense e que nesse aspecto fazia frente ao Ideal Clube, muito embora esse não possuisse equipe de natação àquela época; esses clubes só permitiam em suas equipes atletas que fossem sócios do clube, mas naquele tempo havia uma travessia tradicional em Fortaleza realizada na "Lagoa do Papicu", sim essa mesma pequena lagoa vizinha as dunas da Fábrica da Cervejaria Brama Chopp. Aconteceque essa lagoa era imensa e segundo consta, muito distante da praia do Náutico e de tamanhas proporções se extendia desde o leito atual até depois da Av. Santos Dumont, por isso ser adequada a pratica de Travessias como se denominavam as maratonas aquáticas.
    pois bem, eis que a poderorosa e única equipe organizada de natação do Ceará, a do Clube Náutico Atlético Cearense comparecendo a uma dessas travessias foi vergonhosamente derrotada por um nadador simples e humilde que treinava apenas na praia do Mucuripe onde ali residia. Esse grande atleta cearense era nada mais nada menos que o nosso saudoso e amigo Aroldo Amora de Senha, Irmão da Aline Amora de Sena (Melhor índice Tecnico do Toreneio N.N. de 1972) e Antonio Amora de Sena Recordista Brasileiro dos 1500m nadando pelo Fluminense.
    E foi com essa vitória do Aroldo Amora que o Náutico abriu suas portas aos bons nadadores, fossem eles sócios ou não e dessa forma permitiu que essa família de atletas escrevessem seus nomes de forma brilhante na natação cearense e brasileira, sendo Aroldo Amora o "primeiro nadador cearense a baixar o tempo de 1 minutos nos 100m livres com merecida placa fixada na base de trampolil de saktos ornamentais do Náutico, depois acompanhada pela placa em homenagem ao feito de sua irmã Aline Amora de Melhor Índice Técnico do Norte Nordeste de Natação de 1972, se não me engano realizado em Natal RN, onde bateu se não me falha a memória 05 recordes do Torneio.
    Um forte abraço, Miguel Newton Arraes, atleta de natação master do Ideal Clube.

    ResponderExcluir
  3. Miguel Newton Arraes8 de agosto de 2009 06:51

    Clayton,
    Continuando meu comentário anterior e baseado no feito do Aroldo Amora e a Maneira de como ele entrou para o Náutico e para a história da natação do Ceará, abrindo a prota dos clubes não só a seus irmão mas a todos aqueles atletas humildes e de talento que não tinham oportunidade de treinar em uma piscina, venho sugerir e até já conversei isso com o João Gentil, que ao invés de termos duas (02) travessias uma do Náutico e outra do Ideal com o nome João Gentil que é uma homenagem mais do que justa, no caso da travessia do Náutico ela fosse de nominada Aroldo Amora de Sena em homenagem a o seu feito e a maneira como ele ingressou no clube e escreveu junto com seus irmão as mais belas páginas desse esporte no Ceará. Para isso se for o caso podemos falar com o Diretor de Esportes do Náutico, com seu Presidente e com o próprio João gentil e chegarmos a um consenso.
    Miguel

    ResponderExcluir